Os Chakras e o Yoga

Conforme a Filosofia do Yoga, o nosso corpo possui três níveis: o corpo físico, o corpo sutil e o corpo causal. O corpo físico é representado pela nossa realidade material de eu, é nosso invólucro. O corpo sutil envolvem nossos órgãos de ação, órgãos de percepção, os pranas, a mente, emoções e nosso intelecto. O nosso corpo sutil é a nossa expressão no mundo. Já o corpo causal é a causa da existência do corpo físico e do corpo sutil.

No nosso corpo sutil temos diversos nadis (canais de energia) sendo três principais: Ida, pingala e susumna. O nadi Ida é de energia passiva, polaridade lunar e intuitiva. o nadi pingala é de energia ativa, polaridade solar, mente consciente e objetiva. Estes dois nadis surgem da base da coluna e se elevam até as narinas respectivas (ida- narina esquerda; pingala- narina direita). O prana (energia) flui constatemente em ida e pingala durante nosso dia.O nadi susumna representa o canal central da base da coluna vertebral até o topo da cabeça, onde flui essência espiritual e a Kundalini.

E é justamente na intersecção destes 3 principais nadis que os chackras se localizam, desde a base da coluna vertebral até o topo da nossa cabeça. A energia dos nosso chakras podem se relacionar com nossa qualidade de energia e de equilibrio físico e mental.  São 7 os principais chakras:

  1. Muladhara: localizado na base da coluna, caracterizado pelo elemento terra e pela cor vermelha.
  2. Svadhistana: localizado abaixo do umbigo, caracterizado pelo elemento água e pela cor laranja.
  3. Manipura: localizado no umbigo, caracterizado pelo elemento fogo e pela cor amarela.
  4. Anahata: localizado no coração, caracterizado pelo elemento ar e pela cor verde.
  5. Visuddha: localizado na garganta, caracterizado pelo elemento éter e pela cor azul.
  6. Ajna: localizado em um ponto entre as sobrancelhas, caracterizado pelo 3o. olho e pela cor índigo.
  7. Sahasrara: localizado no topo da cabeça, caracterizado por uma coroa e pela cor violeta.   

As cores dos chakras são de acordo com a vibração de cada um, já que são centros de captação e distribuição de energia vital (prana). Entretanto, nosso tipo de energia não é pré determinado e invariável. Ao contrário, podemos influenciar no equilibrio e desenvolvimento dos chakras, influenciando o fluxo da nossa energia vital. As técnicas de Hatha Yoga nos possibilitam o treino mental e físico capaz de influenciar no nosso corpo sutil. A meditação e as técnicas de pranayama (respiração) podem nos conduzir ainda mais ao equilibrio energético e também físico do nosso ser que nos favorece ao desenvolvimento espiritual e pessoal. O nosso equilibrio em cada chakra é um treino constante e diário e que pode se refletir em comportamentos e reações físicas e emocionais.

 

Texto inspirado e baseado na obra: Packer, Maria Laura Garcia. A Senda do Yoga: filosofia, prática e terapêutica. Blumenau : Nova Letra, 2009. 408p : II.

2016-08-09T13:46:37-03:00

Sobre o Autor:

Deixe um Comentário